top of page
  • Foto do escritorCarlos Pedroso

Ikkyu - Um mergulho na cultura japonesa

Desde a infância, mergulhei nos encantos da cultura oriental, embriagado pelos filmes de Bruce Lee e Jack Chan. No entanto, com o passar dos anos, esse fascínio foi ofuscado pela influência da cultura norte-americana. Por sorte, redescobri essa paixão e, hoje, enalteço cada vez mais as virtudes dos povos orientais.


Com a profusão de títulos orientais no Brasil, tenho me embrenhado com crescente interesse nos detalhes e peculiaridades dessa cultura rica e complexa. Foi assim que me deparei com Ikkyu, o emblemático monge budista do Japão. Conhecer sua vida tem sido uma jornada enriquecedora, não apenas através do mangá lançado pela Veneta, mas também por meio de pesquisas e descobertas pessoais.

Ao adentrar na narrativa de Ikkyu, deparei-me com uma biografia envolvente, que revela a intrínseca relação entre disciplina e determinação na cultura japonesa. Paralelamente, a série recente Shōgun, da FX, proporcionou-me uma visão complementar, ampliando minha compreensão desse universo fascinante.

À medida que avançava na leitura, fui progressivamente arrebatado pela trajetória de Ikkyu, desde sua infância até a maturidade. Sua personalidade marcante, sua inteligência aguçada e sua inocência essencial tornaram-se fascinantes à medida que eu mergulhava nas tradições e no contexto histórico do Japão. Ikkyu, filho ilegítimo do imperador Go-Komatsu, viveu no século XV e deixou um legado indelével não apenas no budismo japonês, mas também em expressões culturais como a cerimônia do chá, os arranjos florais e a caligrafia. Ele foi um asceta, um erudito e, ao mesmo tempo, um libertino, desafiando a hipocrisia e a pomposidade da religião organizada.


O mangá sobre sua vida, concebido por Hisashi Sakaguchi, é uma obra-prima que amalgama história, folclore e a poesia ímpar de Ikkyu. Reconhecido como um gênio do desenho japonês, Sakaguchi captura de maneira envolvente as primeiras etapas da jornada de Ikkyu, marcadas por demonstrações de talento precoce e um questionamento profundo do mundo que o cercava.


Assim, adentrar na vida de Ikkyu é imergir em um capítulo crucial da história do Japão, um convite para compreender não apenas a figura do monge, mas também a essência de uma cultura e de um povo que continuam a inspirar e encantar até os dias de hoje.


Você pode conhecer mais AQUI


Gostou do nosso conteúdo? Que tal apoiar o Yellow Talk? O Yellow também é podcast, e canal no YouTube, e seu apoio pode ajudar o nosso trabalho a crescer cada vez mais. A partir de R$2,00 você já vai estar contribuindo para manter nosso site no ar. Para dar o seu apoio, basta clicar AQUI

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page