top of page
  • Foto do escritorRonaldo Gillet

HQ 'Os Filhos de El Topo', de Alejandro Jodorowsky, chega ao Brasil

Nas terras áridas do Oeste, El Topo foi um bandido que, ao abrir as portas do seu coração, transformou-se em um santo capaz de realizar grandes milagres. De duas mulheres diferentes, ele teve dois filhos. Uma dessas proles gerou Caim, o maldito - uma figura funesta de couro preto que vaga pelo deserto, jurando matar o pai que nunca perdoou. Incapaz de realizar sua vingança, Caim volta sua fúria contra seu meio-irmão Abel. E neste oeste selvagem, tingido de misticismo, todos que cruzarem seu caminho se tornam vítimas colaterais.

Nos anos 1970, durante um festival de cinema, 'El Topo', dirigido por Alejandro Jodorowsky, foi projetado pela quase inefável dupla John Lennon e Yoko Ono. O filme, hoje considerado uma obra-prima cult, foi imediatamente aclamado pela crítica e pelas maiores estrelas do rock da época, dando origem ao movimento dos 'Midnight Movies' (filmes da meia-noite), gerando um culto entre cinéfilos do mundo inteiro. Até hoje, 'El Topo' mantém sua grandiosidade e status de obra mítica.


Quase meio século depois, Jodorowsky decidiu continuar sua história, mas desta vez em quadrinhos. Com o traço virtuoso de José Ladrönn, o aclamado autor chileno nos oferece um faroeste alegórico e surrealista, onde o gênero serve para profundas reflexões filosóficas e espirituais.


Para quem já se encantou com as grandes HQs de Jodorowsky publicadas no Brasil, como 'O Incal' e 'A Casta dos Metabarões', (Pipoca e Nanquim); e 'Bouncer' (Comix Zone e QS Comics), 'Os Filhos de El Topo' é mais uma obra imperdível.


Publicada originalmente em três volumes entre 2016 e 2022, a saga chega ao Brasil no próximo mês de julho, pela Comix Zone, em uma edição integral de luxo em capa dura, verniz localizado, e 232 páginas coloridas. Na pré-venda o quadrinho (recomendado para maiores de 18 anos) está saindo por R$ 129,00.



Para os fãs de Jodorowsky, 'Os Filhos de El Topo' tem contornos de leitura obrigatória, provando que um roteirista para além dos seus 90 anos de idade (Jodorowsky hoje tem 95 anos) continua a nos surpreender com sua intensidade criativa e suas narrativas profundas. Quem já leu o quadrinho garante tratar-se de uma saga onde o misticismo do velho Oeste se encontra com a profundidade filosófica, mantendo viva a chama do legado do autor.

Gostou do nosso conteúdo? Que tal apoiar o Yellow Talk? O Yellow também é podcast, e canal no Youtube, e seu apoio pode ajudar o nosso trabalho a crescer cada vez mais. A partir de R$2,00 você já vai estar contribuindo para manter nosso site no ar. Para dar o seu apoio, basta clicar AQUI.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page