top of page
  • Foto do escritorCarlos Pedroso

Lançamento duplo pela Editora Brasa

Fala galera, hoje vamos falar sobre os dois próximos lançamentos da editora brasa, Viver Dói, de Fabiane Langona e Samba - Música Popular em Quadrinhos, MPQ. Ambos quadrinhos estão em pré-venda no site da editora. AQUI


O primeiro lançamento é o tão aguardado viver dói, de Fabieane Langoma, autora que está voltando ao circuito de quadrinhos e tem tudo para causar o maior impacto.


Há dez anos sem publicar um livro, Fabiane Langona lança coletânea de tiras publicadas na Folha de São Paulo, Viver Dói.


“Não é bem isso”, era o que a autora sentia, ainda na adolescência, quando lia histórias em quadrinhos com personagens femininos. “Claro, eram visões estereotipadas, apelativas, sexualmente e que não refletiam a realidade. Era outro ponto de vista sobre o que sentimos e somos. Havia algo de estranho em termos de representação.”


“Comecei Instintivamente a desenhar o que não lia”. Entre o deboche e o escracho, Fabiane mostrou que humor é território feminino, tornando-se uma das mais importantes cartunistas brasileiras. Sua tira, Viver Dói, aborda de forma crítica e afiada aspectos que refletem o existir, porque não, o sobreviver em sociedade. Temas como vaidade, consumo, saúde mental, aborto, menstruação, relações interpessoais e muitas banalidades extraordinárias do cotidiano estão lá, para rir e para chorar. Para chorar de rir? Ou para rir chorando!?

Sobre a autora de Viver Dói

Fabiane Langona


Fabiane Langona é jornalista e artista visual autodidata. Começou sua carreira nas artes-gráficas por volta de 2005, quando trabalhou como assistente de redação na revista MAD in BRAZIL. É autora dos livros Uma Patada com Carinho (Troféu HQ Mix Melhor Publicação de Humor Gráfico), pela Barba Negra, Algumas Mulheres do Mundo, pela Mórula Editorial, e A Mediocrização dos Afetos, pela Ugra Press. Teve seus trabalhos publicados nos mais diversos veículos, dentre eles Revista Piauí, Le Monde Diplomatique Brasil, Revista Quatrocincoum, Revista TPM, O Estado de São Paulo, Diário de Pernambuco, Courrier Internacional (FRA), Stripburguer (ESL), Mongólia (ESP), entre outros.

Atualmente pública a tira diária Viver Dói, e a charge semanal Hora do Café no jornal Folha de S. Paulo.


O segundo lançamento é uma coletânea de histórias de diversos nomes de peso dos quadrinhos nacional, é o segundo volume de Samba - Música Popular em Quadrinhos, MPQ.


A parceria entre Programa Brasil em Quadrinhos e a Brasa Editora, balançou o coreto e botou na cadência uma coletânea de 8 narrativas inéditas, coloridas e em preto e branco, com 29 páginas cada.


"Disseram que o samba se perdeu, onde será que ele tá?"


Chegou o segundo volume da coleção Música Popular em Quadrinhos, MPQ! Para manter o ritmo e não vacilar, temos nove quadrinistas de alto conceito tocando oito sambas clássicos do Brasil em quadrinhos.

Música Popular em Quadrinhos - Samba


  • Ilustra Lu interpreta Trem das Onze, de Adoniran Barbosa.

  • Rafael Calça e Tainan Rocha interpretam Zé do Caroço, de Leci Brandão.

  • Karmaleão interpreta Alvorada, de Cartola.

  • Leandro Assis interpreta Homenagem ao Malandro, de Chico Buarque.

  • Evandro Alves interpreta Coração Leviano, de Paulinho da Viola.

  • Odyr Bernardi interpreta Mestre Sala dos Mares, de Aldir Blanc e João Bosco

  • Christiano Mascaro interpreta Malandro, Jorge Aragão, imortalizado na voz de Elza Soares.

  • André Diniz interpreta Candeeiro da Vovó, de Dona Ivone Lara.


Sobre a coleção Música Popular em Quadrinhos


A coleção Música Popular em Quadrinhos, um projeto criado entre a Bienal de Quadrinhos de Curitiba, O Instituto Guimarães Rosa (IGR) - Lima, o Ministério das Relações Exteriores e a Brasa Editora, faz parte do Programa Brasil em Quadrinhos, iniciado em 2019, com objetivo de projeção do quadrinho brasileiro no exterior. Esta iniciativa pioneira alia nossa música às histórias em quadrinhos, para auxiliar alunos estrangeiros a aprenderem a variante brasileira da língua portuguesa na rede de ensino do Instituto Guimarães Rosa em todo o mundo.


Só pedrada, confesso que estou ansioso para os dois lançamento e aguardando para conferir esses materiais.


Gostou do nosso conteúdo? Que tal apoiar o Yellow Talk? O Yellow também é podcast, e seu apoio pode ajudar o nosso trabalho a crescer cada vez mais. A partir de R$2,00 você já vai estar contribuindo para manutenção do nosso programa. Para dar o seu apoio, basta clicar AQUI.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarii


bottom of page